A reabilitação do património construído tem ganhado novos sentidos, sendo cada vez mais comuns as iniciativas de reabilitação de edifícios das décadas de 40, 50 e 60 do século XX, que correspondem a uma época de grande influência do Movimento Moderno em Portugal.

Dos edifícios construídos nessa época, há exemplos relevantes que testemunham o contributo de muitos arquitetos com projetos singulares para a cidade do Porto e para o país, que foram impulsionadores de novas formas de habitar e de entender as questões urbanas no contexto português.

A dupla de arquitetos Arménio Losa e Cassiano Barbosa é exemplar desse contributo das ideias modernistas para a realidade portuguesa. Consciente da importância da sua vasta obra, a Impare Arquitectura aceitou um segundo desafio, com os mesmos clientes, para desenvolver um outro projeto de remodelação de um apartamento localizado numa das obras de referência desta reconhecida equipa: o edifício de habitação coletiva da Rua da Constituição, projetado no início da década de 1950.

Trata-se de um apartamento com cerca de 70 m2 com uma tipologia que privilegia a flexibilidade da utilização dos espaços, em que a sala pode ser dividida em dois espaços, para dar lugar a um novo compartimento autónomo (outro quarto, ou escritório, por exemplo).

O apartamento encontrava-se, genericamente, em razoável estado de conservação, principalmente o pavimento em taco de madeira de pinho, as portas interiores, as guarnições e os rodapés, tudo ainda com desenho original. A cozinha e o quarto de banho já tinham sido remodelados com soluções pouco qualificadas, desatualizadas do ponto de vista funcional e bastantes mais degradadas que as soluções originais. Foi, assim, proposta a remodelação integral destes dois espaços e a manutenção, recuperando, do pavimento e das madeiras interiores.

A cozinha foi desenhada considerando as atuais necessidades de utilização, concentrando num dos lados, todos os equipamentos e eletrodomésticos necessários. O seu desenho foi baseado na interpretação, já experimentada no apartamento de Fernão de Magalhães, dos mesmos autores, remodelado recentemente pela Impare Arquitectura e que poderá ser visto aqui.

Neste contexto, a Impare Arquitectura, nos projetos que tem vindo a realizar, tem procurado respeitar e cuidar do que existe de mais relevante nos edifícios que lhe são dados reabilitar.

 

Arquitectura | architect: Paulo Seco ; colaboração | colaboration: Filipe Lourenço ; Cliente | Client: Margarida Santos e Ricardo Arez;  Localização | location: Porto . Projecto | project: 2020; Imagem | image: © ITS Ivo Tavares Studio